E por que não cozinhar mais em casa?

Vamos fazer uma baita reflexão…

Nossa vida anda meio corrida, né? Além de ter que se preocupar com tudo que acontece a nossa volta, temos que pensar no que vamos comer todo dia.

E comer o que, então?

Ideias não faltam, é verdade. Mas aquela voz na consciência falar para comer de forma saudável (para que afinal?).

Só que nem sempre dá vontade de cozinhar…

E não quer ficar muito tempo na cozinha, pois o dia foi cansativo e teve muita coisa para fazer.

E aí vem as alternativas!

Dá para pedir comida ou descongelar alguma comida pronta no microondas, parece uma boa!

E a indecisão…

Fica aquele sentimento ambíguo entre comer rápido e comer melhor. (Eis a questão: o que escolher?)

Finalmente, a decisão!

Pediu comida pelo app, foi quase R$100 incluindo a entrega, mas valeu a espera. Não teve que sujar nenhuma louça e sobrou um bom tempo para curtir o restante da noite!

Ah, vamos repetir a dose?

No dia seguinte, pediu comida no almoço e para o jantar descongelou uma lasanha pronta no microondas. Mais uma vez sujou pouca louça e gastou quase nada de tempo! Também tinha hambúrguer e nuggets para variar. E isso continuou pelos próximos dias.

Este foi o saldo final de pedir comida e usar comida congelada pronta:

  • 1 semana: R$700 gastando com pedidos de comida e algumas gramas a mais.
  • 1 mês: R$3000 com pedidos de comida e alguns quilos a mais.
  • 1 ano: R$48000 com pedidos de comida, quilos a mais e problemas de saúde.

Enfim, a mudança!

Depois de um puxão de orelha do médico sobre a sua saúde, resolve fazer suas refeições em casa, guarda o dinheiro que gastava com os pedidos de comida para ocasiões especiais e não compra mais nenhuma comida congelada.

E agora?

O pouco tempo para cozinhar continua. Hora de buscar receitas fáceis e práticas pela internet! A maioria tem presunto, queijo, arroz, macarrão, pão, batata… leva menos tempo para fazer, só que suja louça e ainda não está ajudando na dieta…

A solução!

No meio das buscas, aprende a congelar comida pré-preparada e pronta para aproveitar o pouco tempo. Aparecem 3 opções:

  1. Escaldar legumes e verduras até ficarem tenros e congelá-los
  2. Assar, esperar esfriar e congelar
  3. Cozinhar, esperar esfriar e congelar.

Hummm, bora preparar a comilança!

Você compra legumes, verduras e carnes brancas. Usa as três, mas separa um único dia para fazer tudo e congela em potinhos (curiosidade: é conhecido como batch cooking, cozinhar em batelada).

Problema resolvido!

E que ótimo, agora tem comida para duas semanas!

Toda vez que precisar de algo, é só pegar o potinho e colocar direto na panela quente ou na água fervente. Tempera a gosto ou já deixa pré-temperado com sal e temperos.

Com isso, está perdendo peso, economizando uma grana, se alimentando bem melhor e isso está refletindo na sua saúde!

Mas agora encontra outros problemas…

Continua perdendo tempo cortando as coisas e o pulso também começa a doer, dedos machucados, a faca ficar cega com o uso e muito mais coisas para lavar. Parecem problemas infinitos, né?

É uma dura realidade…

Já passei muitas vezes por isso, pois levei a cozinha como ofício e a melhor coisa é poder poupar dessas dores de cabeça.

Não é à toa que uso o Amassador de Alho para picar alho quando faço arroz e feijão (tenho preguiça de cortar alho). Posso cozinhar bem mais rápido!

E assim, um projeto saiu do papel!

Foi pensando nisso que eu e meu marido criamos a Cookfy. Para descomplicar a vida e reduzir esses problemas corriqueiros.

Sabemos como cozinhar pode ser bem mais prazeroso com utensílios que facilitam a vida.

Por isso também que escolhemos os produtos a dedo e testamos por um bom tempo, tudo para facilitar o dia a dia de quem cozinha.

Além de tudo isso…

A gente ama cozinhar em casa. Uma das melhores sensações é comer junto em cada refeição. Há várias formas de demonstrar amor e carinho e nosso caso, é cozinhando e apreciando uma boa comida!

 

E você o que acha sobre cozinhar mais em casa?

Fala para a gente nos comentários!

E por que não cozinhar mais em casa?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo